SPACÇO DO SPACCA

vspacca

© Spacca para o MSM



Jornalistas que não se curvam à patifaria totalitária do Foro de São Paulo estão sob risco num país em que o direito à livre opinião está seriamente ameaçado. Alex Pereira e Vitor Vieira falam sobre as ameaças e acusações feitas pelos delinquentes aliados aos bandidos do PT contra aqueles que defendem as liberdades civis e que com independência denunciam um governo que está simplesmente destruindo o Brasil e suas instituições.

* * *


Nos encontros da liderança do PT, canta-se a Internacional Socialista e fala-se abertamente do projeto de dominação política do país. No STF, fala-se apenas de corrupção, "caixa 2", peculato e outros crimes, como se o Mensalão não fosse a tentativa de usar o dinheiro como arma revolucionária, para falsear todo o jogo político nas instâncias mais altas do país e fazer com que o PT, centralizando tudo no Executivo, controlasse o país sem nenhuma oposição.

Infelizmente, a população caiu no truque das atenuações da imprensa chapa-branca, e ainda está dando apoio expressivo a políticos do PT e a seus aliados.

* * *

Católicos não podem votar num partido pró-aborto e pró-gayzista.

Veja muito mais na seção de vídeos do Mídia Sem Máscara.

Avisos

POLÊMICAS INTER-RELIGIOSAS, EM ESPECIAL ENTRE DIFERENTES DENOMINAÇÕES CRISTÃS, SÃO EXPRESSAMENTE PROIBIDAS NESTE SITE. COM TANTOS INIMIGOS RONDANDO, VAMOS FICAR TROCANDO TAPAS EM FAMÍLIA?

trueoutspeak2
atasFSP

clip_image002

THIS IS A BULLSHIT-FREE SPACE
Orkut-32 twittericon Youtube_32x32 facebook_32 Feeds_32x32 Mail-32currency_blue_dollar-32

lp

Lucas Pereira, assassinado por pervertidos.

Como seria bom não ter razão!

Semana retrasada, descrevi na minha coluna semanal na Gazeta do Povo a crueldade criminosa das instituições internacionalistas de fartíssimos bolsos que ora combatem a família, que corretamente percebem como enorme obstáculo à dominação ditatorial de toda a sociedade de que ela é a base. Entre tantos outros grupos, vitimam as pobres pessoas que da noite para o dia se convencionou chamar “transexuais”, aproveitando-se de seus problemas de identidade e autoestima para convencê-los não apenas de que são o que não são, como que devem esperar que toda a sociedade partilhe de seus delírios e os trate como membros do sexo oposto.

spNenhum país, por sólidas que sejam suas instituições cívicas, está isento destes indivíduos que pensam que a gestão pública é um campo de batalha, na qual o uso de qualquer arma está justificada.

Nas propostas e operações políticas mais tolerantes e plurais, subjazem, em algumas ocasiões explicitamente, certas expressões de violência que às vezes se concretizam gerando um ambiente de confrontação que pode derivar de cruentos conflitos, situação na qual é aplicável a expressão de Carl von Clausewitz de que “a guerra é a continuação da política por outros meios”.

Por sorte, para benefício do cidadão e da comunidade, a maioria dos que incursionam na gestão pública são partidários do debate de idéias e propostas. Rechaçam qualquer manifestação de violência além das paixões que a controvérsia gera, e são partidárias da conciliação por meio do diálogo e das negociações.

Fotografias de Cabul dos anos de 60, 70 e 80. Você verá muitas mulheres sem véus. Aí veio o Talibã e fez com que elas se cobrissem por inteiro.


Primeiramente as mulheres foram obrigadas a usar véus.
Feito isso, os islamistas iniciaram a jihad contra o Ocidente.


Laurence Rossignol, Ministra da Família, Juventude e Direitos das Mulheres da França, incitou a ira no tocante à proliferação do véu islâmico em seu país ao comparar as mulheres que usam lenços de cabeça com os "negros americanos que aceitaram a escravidão". Concomitantemente, Elisabeth Badinter, uma das feministas mais famosas da França, chegou a defender o boicote contra as empresas européias ligadas à moda, como a Uniqlo e a Dolce & Gabbana, que estão desenvolvendo vestuário islamicamente correto (em 2013, os muçulmanos gastaram US$ 266 bilhões com vestuário e a cifra poderá atingir US$484 bilhões até 2019).

bbr

Pronunciamento no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados, no Conclave de Brasília pela Democracia, em 26 de abril de 2016.


Caríssimo amigos,

Com alegria nos encontramos na Câmara dos Deputados, dias após a esplêndida vitória do sim ao impeachment da presidente Dilma Roussef, que a maioria dos parlamentares desta Casa de Leis ,fez ressoar na tarde do domingo, 17 de abril, em consonância com o clamor do povo brasileiro, que saiu ás ruas, desde a indignação geral do pleito de 26 de outubro de 2014, cuja fraude das urnas eletrônicas fez eclodir essa grande mobilização popular, inteiramente pacífica, cívica e ética, a defender a bandeira verde  e amarela, a rechaçar o projeto de poder do Foro de São Paulo e da Pátria Grande socialista, e tudo mais, chegando até o momento em que estamos, nesse grande esforço para deter o lulopetismo em nosso País.

gl

O resultado dessa universalização do truque é, obviamente, o emburrecimento em massa.

É bem provável que você conheça o truque retórico chamado reductio ad Hitlerum. Por meio desse instrumento de discussão, o debatedor, com o intuito de caracterizar o argumento adversário como algo reprovável, de antemão, o compara a alguma ideia, real ou criada, do nazismo ou do próprio Hitler. Com isso, ele acredita obter a vitória, simplesmente por achar ter impugnado o adversário dessa maneira.

lgt
Todas as organizações extremistas são, por natureza, totalitárias. Convencidas de estarem fazendo a coisa certa em vista da causa e de seus fins, reagem violentamente quando contrariadas. Sabem que nessas ações e reações acabam prejudicando pessoas que nada tem a ver com o caso, mas isso pouco importa. É preciso quebrar as vitrines para chamar atenção, derrubar a cerca para haver reforma agrária, pichar parede alheia para ser visto.

st

As FARC estão novamente reconstruídas graças a um falso “processo de paz”, e estão pressionando a justiça americana e ao próprio presidente dos Estados Unidos para que libertem Simón Trinidad (foto).


Os assaltantes trabalharam em segurança, sem correr riscos e aproveitando a escuridão da noite. A matança foi executada em poucos minutos, sob um fogo cerrado de fuzis de assalto. Duas famílias camponesas que estavam festejando o ano novo em suas humildes residências, foram baleadas de maneira miserável. Dezesseis pessoas ficaram sem vida e seis outras foram gravemente feridas. Entre os mortos havia quatro crianças e seis mulheres. “Não gritaram nada, não nos avisaram nada, simplesmente se limitaram a disparar contra minha casa, na qual estávamos pelo menos umas 15 pessoas”, pois havia ali uma festa familiar, contou Felipe Amaya, um dos sobreviventes, que perdeu um filho de oito anos. Entre os feridos havia três crianças e três adultos, quase todos com feridas de bala no tórax, em braços e pernas.

psdurer

Que sobra nesta nação? ... Ladrão.
Quais deles os mais polutos?... Corrutos.
Quem ganha grandes espaços? ... Devassos.

O Demo alarga os seus passos,
Seus domínios se desdobram
Numa nação onde sobram
Ladrões, corrutos, devassos.

mw

Os adultos poderão se deparar em breve com suas vidas sexuais reguladas ao ponto no qual quase todo encontro sexual será definido como estupro, a menos que nenhuma das partes informe a atividade.

O American Law Institute (1) vai votar neste mês a adoção de um código penal modelo que tornaria o "consentimento afirmativo" a posição oficial da organização. As políticas de consentimento afirmativo - ou "sim significa sim" – já foram adotadas por muitas faculdades e universidades, e foram passadas como lei na Califórnia e em Nova York.

Uma fonte dentro do ALI confirmou ao Washington Examiner que o código penal do modelo sobre agressão sexual que foi discutido na reunião do ano passado será votado em sua reunião anual neste mês. No ano passado, o projeto da proposta foi recebido com oposição dos membros do ALI, incluindo uma ex-promotora que chamou o projeto de "muito perturbador".

dnbO que acontece na vida real dos desempregados não entra nas cogitações de sindicatos e centrais sindicais, partidos de esquerda e, tudo indica, Justiça do Trabalho.


Sou um leitor interessado no que escrevem colunistas, articulistas e editorialistas. Interessa-me menos o que as pessoas falam do que aquilo que escrevem. Verba volant, scripta manent, diziam os latinos. As palavras voam, o que se escreve fica. Por experiência sei, também, que quem escreve, pensa cada palavra, pesa seu efeito, verifica sua adequação ao conteúdo e à forma do texto.

mfs

O não reconhecimento da obra monumental de Mário Ferreira dos Santos é outro sintoma do atual estado de coisas no Brasil.


Não comete exagero, muito menos imprecisão, quem reconhece a efetiva contribuição de um filósofo à cultura universal, e exatamente por essa razão é que nomear Mário Ferreira dos Santos como o maior filósofo brasileiro de todos os tempos não é exagero, muito menos imprecisão.

Nascido em Tietê-SP, em 1907, filho de dono de uma companhia teatral, Mário Ferreira mudou-se ainda na infância para Pelotas (RS), onde por volta de 1925 estudou no Colégio Jesuíta, e posteriormente graduou-se em Direito e Ciências Sociais pela Universidade de Porto Alegre, em 1930. Sua carreira intelectual teve início modesto, na década de 1940, tendo Mário atuado como tradutor, resenhista e divulgador cultural. Contudo, após sua mudança para São Paulo, em 1945, passou a dedicar-se cada vez mais à filosofia, e no ano de 1947 lança as bases de seu original método filosófico, denominado Filosofia Concreta, que constitui notável contribuição ao conhecimento filosófico universal.

O Major Ehab Shlayan da IDF (à esquerda da foto à esquerda), é um cristão arameu de Nazaré, fundador do Christian Recruitment Forum, que estimula cristãos arameus israelenses a servirem nas forças armadas. Haneen Zoabi (à direita), árabe muçulmana membro do Knesset, ameaçou recentemente representantes cristãos israelenses, rejeitando a declaração deles segundo a qual eles faziam parte de uma etnia cristã /aramaica independente, insistindo em obrigá-los a aceitar uma identidade árabe e palestina.


No ano passado Israel reconheceu a existência de um grupo de cristãos, os "arameus", dentro de seu território, gesto este que nenhuma nação árabe ou muçulmana do Oriente Médio fez ou jamais fará. Israel reconheceu um grupo distinto, étnico e religioso: o povo nativo do milenar Crescente Fértil.

Seu idioma, o aramaico, era a língua falada por Jesus séculos antes do Islã aparecer naquela região.

sergiomoro

Quem tentou controlar a operação Lava Jato foi o governo. Quem manifestamente odeia o juiz Sérgio Moro são: a presidente Dilma, o ex-presidente Lula, seu partido, seu governo e seus seguidores.


É de autoria da jovem escritora norte-americana Veronica Roth a observação, tão interessante quanto significativa, que determinou o título deste artigo: a mentira exige compromisso. De fato, quem mente faz  um pacto com essa falsidade, agravando de modo crescente seus efeitos e a corrupção da própria consciência. O que descrevi ganha enorme significado no campo político. Neste caso, a mentira pode fraudar a democracia e determinar as mãos para onde vai o poder; pode frear e inibir a Justiça; pode promover a injustiça e pode causar severos danos aos indivíduos e ao interesse público.

sm

Rodolfo Nin Novoa e María Solange Díaz durante a apresentação do selo comemorativo dos 25 anos do Tratado de Assunção que criou o MERCOSUL. (Foto: Pablo Vignali)


No dia 25 de abril, a presidência pro tempore do MERCOSUL, na pessoa do chanceler uruguaio Rodolfo Nin Novoa, realizou um evento no prédio da instituição para comemorar os 25 anos do Tratado de Assunção que estruturaria a criação do bloco inicialmente formado por Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai. Estiveram presentes os chanceleres e vice-chanceleres dos países membros, além dos deputados que compõem o Parlasul - Parlamento do MERCOSUL -, incluindo a Venezuela que foi adicionada ao bloco ilegalmente, quando da suspensão do Paraguai em 2012.

mt

Tudo isso serve a um mesmo objetivo - fragilizar os valores cristãos, apagar a sã filosofia, criar um novo Direito para um projeto social e político revolucionário que, sem exceção, fracassou em todas as suas experiências históricas.


(Transcrevo resposta a uma mensagem que recebi de leitora (1) com críticas ao meu anterior artigo sobre reações feministas à matéria em que a revista Veja ocupou-se da esposa do vice-presidente da República.)

Prezada senhora. Agradeço sua mensagem. Devo dizer que o artigo que escrevi sobre o assunto foi curtido por quase 500 pessoas. Quarenta e oito por cento, mulheres. Portanto, a leitura que a senhora faz dos fatos não é mais do que uma opinião em torno da qual há divergências substanciais.

 US companies . real psychic readings . thuis