Una disfunción eréctil puede ser el resultado de afecciones y enfermedades, medicación o estilo de vida. En primer lugar, es un problema físico. A menudo, factores psíquicos como el estrés y el miedo ayudan a mantener o empeorar los problemas eréctiles. Comprar kamagra generico en valencia saber cuál es el medicamento ideal para usted depende de diferentes factores. L'excitation sexuelle masculine est un processus complexe qui implique le cerveau, les hormones, les émotions, les nerfs, les muscles et les vaisseaux sanguins. La dysfonction érectile peut résulter d'un problème avec l'un de ces. De même, le stress et la santé mentale préoccupations peuvent causer ou aggraver la dysfonction érectile. Où commander priligy suisse vous avez trouvé une #pharmacie en ligne ici http://trendpharm.com/ #priligy. Lorsque des problèmes se produisent dans la chambre, les émotions peuvent exécuter élevé. Si vous avez commencé à éviter les rapports sexuels par crainte de ne pas obtenir une érection, votre partenaire peut commencer à vous pensez ne trouvent plus attrayants. Sentiments se blessent. En couple commencent à se sentir moins intime. Le ressentiment se insinue.

 


SPACÇO DO SPACCA

vspacca

© Spacca para o MSM



Jornalistas que não se curvam à patifaria totalitária do Foro de São Paulo estão sob risco num país em que o direito à livre opinião está seriamente ameaçado. Alex Pereira e Vitor Vieira falam sobre as ameaças e acusações feitas pelos delinquentes aliados aos bandidos do PT contra aqueles que defendem as liberdades civis e que com independência denunciam um governo que está simplesmente destruindo o Brasil e suas instituições.

* * *


Nos encontros da liderança do PT, canta-se a Internacional Socialista e fala-se abertamente do projeto de dominação política do país. No STF, fala-se apenas de corrupção, "caixa 2", peculato e outros crimes, como se o Mensalão não fosse a tentativa de usar o dinheiro como arma revolucionária, para falsear todo o jogo político nas instâncias mais altas do país e fazer com que o PT, centralizando tudo no Executivo, controlasse o país sem nenhuma oposição.

Infelizmente, a população caiu no truque das atenuações da imprensa chapa-branca, e ainda está dando apoio expressivo a políticos do PT e a seus aliados.

* * *

Católicos não podem votar num partido pró-aborto e pró-gayzista.

Veja muito mais na seção de vídeos do Mídia Sem Máscara.

Avisos

POLÊMICAS INTER-RELIGIOSAS, EM ESPECIAL ENTRE DIFERENTES DENOMINAÇÕES CRISTÃS, SÃO EXPRESSAMENTE PROIBIDAS NESTE SITE. COM TANTOS INIMIGOS RONDANDO, VAMOS FICAR TROCANDO TAPAS EM FAMÍLIA?

trueoutspeak2
atasFSP

clip_image002

THIS IS A BULLSHIT-FREE SPACE
Orkut-32 twittericon Youtube_32x32 facebook_32 Feeds_32x32 Mail-32currency_blue_dollar-32

tvsmCerta vez, um executivo do ramo revelou que o segredo enigmático da TV é que ela, nivelando tudo por baixo, descobriu a “igualdade”, eterna aspiração de espíritos acadêmicos. Pelo “tubo mágico”, dizia ele, todos seriam transformados em “escravos da igualdade”.


O Grande Inquisidor - personagem de Dostoiévski que condenou Jesus Cristo à fogueira quando do seu retorno ao mundo, na Idade Média - proclamou o Milagre, o Mistério e a Autoridade como elementos fundamentais para subjugação da consciência humana. Cardeal de Sevilha, na qualidade de jesuíta, considerava o conceito de liberdade disseminado por Cristo uma carga por demais pesada a ser suportada pelos seres humanos. No entender do jesuíta, os homens seriam felizes se conduzidos como rebanho, longe do ônus do livre arbítrio que traria consigo sofrimento e dor.

Bem observado, a exploração da tríade evocada pelo Grande Inquisidor se encaixa à perfeição como lei básica a reger a televisão, em nossos dias o mais formidável instrumento de lavagem cerebral criado para domesticar os indivíduos. A rigor, há décadas a TV vem avassalando as massas.

2aCertamente, o homicídio é um assunto sério, que deve ser analisado seriamente. Em vez disso, ele é, quase sempre, examinado politicamente no contexto das controvérsias que envolvem o controle de armas, com ambos os lados [apresentando] um estoque de argumentos que permanecem os mesmos há décadas. E a maioria desses argumentos é irrelevante para a questão central: leis mais rigorosas de controle de armas reduzem os índices de homicídio?

Essa não é uma questão obscura, nem [uma pergunta] para a qual nenhuma evidência empírica esteja disponível. Pense nisto: existem 50 estados [americanos], cada um com suas próprias leis de controle de armas, e muitas dessas leis tornaram-se, ao longo dos anos, mais severas ou mais frouxas. Deve haver toneladas de estatísticas que possam indicar se as taxas de homicídio subiram ou caíram quando alguma dessas alterações ocorreu.

dtspPresidente da Suprema Corte, Juiz Roberts; Presidente Carter; Presidente Clinton; Presidente Bush; Presidente Obama; meus concidadãos dos Estados Unidos da América; e cidadãos de todo o mundo; muito obrigado.

Nós, o povo americano, estamos nos unindo hoje em um esforço para reconstruir o nosso país e restaurar a esperança para todos os americanos. Juntos, iremos determinar os rumos da América e influenciar a direção do mundo por muitos e muitos anos. Não tenham dúvidas de que teremos de enfrentar desafios e que momentos difíceis virão, mas nós faremos o que tem de ser feito e alcançaremos êxito e sucesso.

De quatro em quatro anos, nos reunimos nestas escadas para realizar uma transferência pacífica e ordeira do poder e, hoje, somos gratos ao Presidente Obama e à sua esposa, Michelle, pela ajuda que nos ofereceram durante a transição. Meus agradecimentos!

bfgTerceira parte da réplica ao artigo 'A autonomia da mulher frente ao aborto', de Renata Rothbart.
Leia a parte 1 e a parte 2.


O pior cego moral é aquele que não quer enxergar

A Sra. Renata está tranquila, pois não vê razão para temer distorções das magníficas propostas de legalização do aborto.

Não vejo razão alguma para temer a diminuição das taxas de fecundidade ou a banalização da prática. Pelo contrário, penso que com o enfrentamento de fatores sociais e econômicos que dão causa à gravidez indesejada, além do avanço de políticas públicas de educação sexual eficazes, se tornará medida excepcional.[1]

labj
A equipe do Tradutores de Direita disponibiliza em primeira mão a entrevista completa de Carlos Lacerda no programa Firing Line, de William F. Buckley Jr., gravado no dia 13 de novembro de 1967.

Nesta entrevista, Carlos Lacerda, o último representante da direita organizada no país, e William Buckley Jr., falam de diversos assuntos, tais como a democracia no Brasil, os militares, as razões para a deposição de João Goulart, o pré-64, os governos não democráticos na América Latina, e muitas outras questões.

fSegunda parte da réplica ao artigo 'A autonomia da mulher frente ao aborto', de Renata Rothbart.
Leia a parte 1.


O Exemplo dos primos ricos

Uma das razões apontadas para reforçar a atitude de nossos juízes em optar pela progressiva descriminalização do aborto é o “entendimento pacífico em países do hemisfério norte”[1], como se ricos tomassem decisões melhores do que pobres ou menos ricos.

Isto é um non sequitur, uma falha lógica clássica. Do fato de ser rico não se deduz que eles tomaram a melhor decisão.

tvaO povo quer de volta seus países e sua moralidade.


Donald Trump assume o poder nos EUA nesta sexta-feira, dia 20. É claro que não é uma simples mudança de poder “normal”. Trump representa forças políticas que há muito tempo não chegavam ao poder, mesmo quando havia alternância de partidos nas eleições. Isso porque havia um consenso entre as elites de que a expansão do comércio mundial e a gradativa supressão das fronteiras nacionais eram uma meta a ser buscada. A sincronia entre os sistemas jurídicos nacionais foi uma meta perseguida ao longo dos últimos cem anos. Essas forças que estavam no poder não apenas esperavam mantê-lo, achava-se legítimas porque pensavam ter o sentido da História, por isso nunca esperaram que alguém como Donald Trump pudesse ser eleito.

anRéplica ao artigo 'A autonomia da mulher frente ao aborto', de Renata Rothbart.


Considerações Preliminares


Julgo importante definir alguns termos que utilizo e explicitar as premissas e conclusões de minhas primeiras observações[1] para auxiliar o leitor no seguimento do raciocínio exposto. Também desejo, com isso, deixar bem claro os argumentos e fatos que eu julgo importantes a ponto de serem contestados.

Devo ressaltar primeiro que se fala do aborto de fetos até doze semanas, embora os defensores do aborto (doravante chamados de abortistas) muitas vezes defendam o aborto até o momento do parto, e alguns ainda mais radicais defendam o homicídio infantil por qualquer razão, desde que seja advinda do desejo materno de eliminar sua prole.

tsaOito décadas depois, é chocante ver quantas das profecias de Foster, aprovadas pelo Kremlin, tornaram-se verdade.

Acontece que a “história” do comunismo, do FMI à “revolução cultural” nos campos universitários e em casa, continuamente é notícia de última hora; ou, pior, o status quo.


Toward Soviet America
, escrito por William Z. Foster, presidente da CPUSA, foi publicado pela primeira vez em 1932. Anos depois as cópias do livro seriam caçadas e praticamente extintas de todas as bibliotecas e livrarias, o que foi presumidamente uma resposta às últimas diretivas de Moscou; mas certamente foi também um esforço para tentar colocar o plano soviético-americano de volta na mala. O livro seria impresso novamente 1961 prefaciado e comentado pelo presidente do Comitê do Senado em Atividades Não Americanas, o republicano Francis E. Walter, que aconselhou a todos os americanos que lessem este livro como se fosse um projeto das intenções soviéticas, similar ao Mein Kampf, que era um projeto de Hitler. A versão de 1932, hoje encontra-se disponibilizada na internet.

crows

O crime e a violência avançam, também, por motivação política e ideológica.

Consciências se formam ou se deformam.

rrr

"O governo foi criado para proteger os direitos que nos foram dados por Deus".

"No estado atual, a América está cercada de ilegalidade".


A posse de Donald Trump está a apenas duas semanas de distância, e inúmeros americanos estão ansiosos para ver as mudanças que esperam com o novo presidente eleito. O ex-líder da maioria da Câmara, Tom DeLay (Rep -Texas), tem um desejo para a próxima presidência de Trump, mas é um enorme desejo.

"O que eu quero ver da administração Trump é o foco em Deus e na Constituição", disse DeLay ao WND. "É muito simples. A implementação é muito difícil, mas o que eu quero ver é uma compreensão audaciosa de que a fé é o núcleo deste país e a Constituição é o núcleo do nosso governo".

ngig

Aceitar as reivindicações da ideologia transgênero requer fechar os olhos à nossa consciência e escarnecer da "lei escrita no coração" que nossos corpos testemunham.


jfsComo é fácil criticar políticos... mas criticar juízes, promotores e outros agentes vitalícios do estamento estatal...

Ser um inimigo dos verdadeiros poderosos é terrível!


Atualmente juízes e promotores são os agentes públicos mais poderosos e salvaguardados. Se alguém duvida, que observe a diferença de tom entre as críticas proferidas por leigos e letrados a erros e privilégios de agentes públicos dos três poderes: nas críticas dirigidas a juízes e promotores, quando alguém se anima a fazê-las, o tom é normalmente obsequioso, muito mais comedido que nas dirigidas a deputados e senadores, por exemplo. Dos cidadãos mais obscuros aos mais proeminentes, todos sabem que a inimizade dos poderosos é terrível, e o instinto de preservação indica quais iras devem ser mais temidas.

bsA invasão das organizações do Partido Democrata fez da segurança da internet um dos temas da campanha da eleição presidencial de 2016. A comunidade de inteligência do governo americano acusou oficiais de alto escalão russos de serem os responsáveis por esses ciberataques numa tentativa de influenciar o resultado da eleição. Essa alegação foi um dos fatores que levou as relações de confiança entre Washington e Moscou ao seu menor nível em décadas.

Durante o processo, a integridade da infraestrutura da internet dos EUA foi colocada à prova no dia 21 de outubro de 2016 com um ataque DDoS (N.doT. – Distributed Denial of Service, ou Negação de Serviço Distribuído, é um tipo de ataque que consiste em enviar uma grande quantidade de dados ao site para congestioná-lo).

cbO argumento da viabilidade confunde a independência física com a independência ontológica.
Um indivíduo humano sempre possui independência ontológica, apesar de sua independência física variar de acordo com diferentes estágios e circunstâncias da vida biológica.


Com a notória decisão do caso Roe vs. Wade em 1973, a Suprema Corte se desligou da realidade para aderir à ficção legal, negando que a vida humana começa no momento da concepção.