lhm 


Nas livrarias: 

novolivroSiga a fanpage do livro 'O Mínimo que Você Precisa Saber Para Não Ser um Idiota'
no Facebook
.


SPACÇO DO SPACCA

© Spacca para o MSM

 



Jornalistas que não se curvam à patifaria totalitária do Foro de São Paulo estão sob risco num país em que o direito à livre opinião está seriamente ameaçado. Alex Pereira e Vitor Vieira falam sobre as ameaças e acusações feitas pelos delinquentes aliados aos bandidos do PT contra aqueles que defendem as liberdades civis e que com independência denunciam um governo que está simplesmente destruindo o Brasil e suas instituições.

* * *


Nos encontros da liderança do PT, canta-se a Internacional Socialista e fala-se abertamente do projeto de dominação política do país. No STF, fala-se apenas de corrupção, "caixa 2", peculato e outros crimes, como se o Mensalão não fosse a tentativa de usar o dinheiro como arma revolucionária, para falsear todo o jogo político nas instâncias mais altas do país e fazer com que o PT, centralizando tudo no Executivo, controlasse o país sem nenhuma oposição.

Infelizmente, a população caiu no truque das atenuações da imprensa chapa-branca, e ainda está dando apoio expressivo a políticos do PT e a seus aliados.

* * *

Católicos não podem votar num partido pró-aborto e pró-gayzista.

Veja muito mais na seção de vídeos do Mídia Sem Máscara.

Avisos

POLÊMICAS INTER-RELIGIOSAS, EM ESPECIAL ENTRE DIFERENTES DENOMINAÇÕES CRISTÃS, SÃO EXPRESSAMENTE PROIBIDAS NESTE SITE. COM TANTOS INIMIGOS RONDANDO, VAMOS FICAR TROCANDO TAPAS EM FAMÍLIA?

trueoutspeak2
atasFSP

clip_image002

THIS IS A BULLSHIT-FREE SPACE
Orkut-32 twittericon Youtube_32x32 facebook_32 Feeds_32x32 Mail-32currency_blue_dollar-32


Acusam-me de ser:

• racista, porque sou branco;

• fascista, porque não voto no PT, no PCdoB nem no PSOL;

• homofóbico, por ser heterossexual;

• traidor da causa operária, por dizer que a CUT é um antro de petistas;

• machista, por ser contra o aborto;

• fundamentalista, por sustentar que estado laico não é o mesmo que estado ateu;

Mudaram de lado? Não! Fazem o mais fácil. Enquanto criticam o PT, escrutinam os milhões de manifestantes segundo suas classes sociais e "raças", identificam-nos como conservadores, como direitistas, como golpistas.


Provavelmente você já observou o mesmo que eu. Ao longo dos anos, identificou a posição política dos formadores de opinião atuantes nos veículos a que acessa. Você reconhece, acima de qualquer dúvida, aqueles que emprestaram sua capacidade de influência para ajudar na construção da hegemonia petista. Você pode não saber o clube de futebol pelo qual cada um torce, mas percebe a que projeto político servem.

amk“Eu não acredito que quem sacrifica um milhão de vidas para atingir objetivos geopolíticos possa estar animado por valores cristãos. Não sejamos ingênuos”.


Em entrevista de imprensa na sede da Rádio Vaticana, segundo informou o site “La Nuova Busssola Quotidiana”, Mons. Sviatoslav Shevchuk, arcebispo-mor do rito greco-católico, disse ter advertido o Papa a respeito de afirmações da Santa Sé que podem ser associadas à propaganda russa.

Mons. Shevchuk esteve em visita ad limina a Roma, juntamente com mais de vinte bispos católicos ucranianos dos ritos latino e bizantino. Os prelados transmitiram a Francisco a dramática situação que vive seu país.

“Para descrever o que acontece na Ucrânia, disse ele no início da entrevista, só se pode usar uma palavra: invasão estrangeira e não conflito civil”.

A expressão “guerra fratricida” havia sido usada pelo Pontífice na audiência do dia 4 de fevereiro com particular infelicidade. Ela suscitou fortes reações nos ambientes católicos ucranianos e verdadeiro entusiasmo entre os seguidores de Vladimir Putin, entre os quais se destacou o Patriarcado de Moscou.

O desenvolvimento é o resultado de atitudes e valores positivos. De um certo ethos. E de instituições políticas que estimulam a inovação e a descoberta.


A mentalidade marxista é uma das principais causas do atraso nacional em Cabo Verde e atormenta, com o seu ranço anticapitalista e a sua mitologia avessa à liberdade individual, consciências e almas serôdias, gerando, assim, mil absurdos em vez de luzes e esclarecimento.

É uma herança miserável do velho “partido único”. Desde 1975, somando-se, aliás, ao corporativismo antiparlamentar adveniente do Estado Novo salazarista, “legitimado” pelo plebiscito de 1933.


Os Golias de ontem, acuados pelos espectros das próprias mentiras, mistificações, bazófias e degradação moral, vivem um pesadelo antes mesmo de que a noite sobre eles caia.


Quem poderia imaginar, há uns poucos anos, algo semelhante ao que está acontecendo no Brasil? Quem poderia antever tanta efervescência política fora dos parlamentos? Quem poderia conceber tantos Davis nas ruas, renegando o que os Golias proclamavam? Pergunto: não parecia irresistível a marcha para a construção de um Brasil socialista, economicamente próspero, socialmente justo, moralmente repaginado e irresistivelmente petista? Seus apoios eram gigantescos na mídia, na esmagadora maioria parlamentar, na CNBB, no movimento sindical. Contavam com a dedicada militância de artistas, celebridades, intelectuais. Funcionava para eles o conjunto das instituições de ensino. De catedráticos a alfabetizadores, quase todos trabalhavam pela mesma causa. Quem poderia imaginar, então, o que está acontecendo?

As florestas tropicais crescem mais rápido quando aumenta a proporção de CO2 na atmosfera, defende estudo patrocinado pela NASA. A informação é do jornal britânico The Daily Mail.

O estudo concluiu que as florestas tropicais estão absorvendo 1,5 bilhões de toneladas de CO2 por ano, fato que estimula a fotossíntese e as faz crescerem mais.

As florestas tropicais úmidas, como a amazônica, absorvem o excesso dos gases estufa numa proporção maior do que a imaginada, com benéfico efeito de equilíbrio.

“Esta é uma boa notícia, porque as florestas boreais colhem menos esses gases, enquanto as florestas tropicais podem continuar absorvendo-os durante muitos anos”, disse o Dr. David Schimel, pesquisador do Nasa's Jet Propulsion Laboratory da Califórnia, que liderou o estudo.

Ou impeachment ou o caos.

O dia 12 de Abril será o enxotamento dos petralhas. Será o começo do fim.


Tenho dito que o mundo político é como o quintal da nossa casa, onde brincam os filhos e brincarão toda a descendência. Cabe ao dono da casa, o cidadão, escolher se seu quintal será um monturo ou se um jardim. O Brasil está um monturo e precisa urgentemente de um jardineiro para pôr mãos à obra.

Esse é o sentido das grandes manifestações populares anti-PT, como a do 15 de Março e como será a de 12 de Abril. Toda a gente anseia pelo jardineiro que irá fazer as flores florirem novamente. A higienização do quintal é a tarefa preliminar. Remover o PT é um imperativo histórico, é a expressão dessa higienização.

Após a invasão de 1974 as forças turcas fizeram com que muitas igrejas no norte de Chipre abrigassem apenas animais.

A recente destruição das cidades milenares de Nimrud, Hatra, e Korsabad, três dos maiores sítios arqueológicos e culturais do mundo, pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EIIS), é apenas o último round de ataques do grupo no grande bolsão sob seu controle. Desde janeiro de 2014 a gritante barbárie do EIIS vem explodindo mesquitas xiitas, destruindo igrejas, pulverizando santuários e saqueando museus.

A maioria das leis a respeito desse assunto diz que as investigações devem correr em sigilo, o que não vem ocorrendo.


Todos estão acompanhando a comoção causada pela queda recente do vôo 4U-9525, da Germanwings, ocorrido no sul da França no dia 24 de março de 2015. Como sou engenheira mecânica, com alguma experiência na indústria aeronáutica, venho acompanhando o caso com grande interesse, pois o resultado de uma investigação de acidente gera modificações de requisitos e procedimentos que buscam tornar a aviação sempre mais segura. Procuro escrever, portanto, de um ponto de vista exclusivamente técnico. Por mais que seja extremamente doloroso, uma investigação imparcial e isenta de emoção é necessária para que a verdade venha à tona, sem interferências de opinião pública ou das emoções dos próprios investigadores.

Um fato que vem se mostrando um tanto chocante, desde o primeiro dia após a queda do vôo 4U-9525 é que uma pessoa, envolvida diretamente com as investigações, vem fornecendo informações à imprensa, fato impensável em qualquer perícia de acidente aeronáutico. Essa pessoa é o procurador de justiça de Marselha, Brice Robin. Desde o início, ele vem dando detalhes das gravações de cabine, de forma antiética e que pode vir a atrapalhar a perícia, pois, graças à precocidade de suas declarações, há rumores de que o principal sindicato de pilotos francês deverá processar a equipe de investigação[1].

lcO vazio, a secura, a tristeza vã e desesperançada que são tudo o que resta a esses homens quando compreendem a pantomima tola e sangrenta da qual se fizeram servidores e agentes, são a mensagem derradeira legada pelo século XX à presente geração, aí incluídos os editores brasileiros incapazes de ouvi-la.


A Editora Boitempo publicou em tradução o romance de Leonardo Padura, “El Hombre que Amaba a los Perros”, com o título de “O Homem que Amava os Cachorros”. Eu teria preferido “Cães”, porque, ao lidar com uma língua irmã da sua própria, o tradutor deve ter o bom gosto e bom senso de escolher, seja palavras de igual raiz com significado idêntico nas duas línguas, seja palavras que inexistem no idioma original, jamais palavras idênticas com significado diverso. “Cachorro”, em espanhol, é “filhote”. Talvez o tradutor achasse que “cão” é termo do vocabulário “burguês”.

Mas o problema maior não é esse. Dedicada eminentemente à promoção de idéias e autores comunistas, a equipe da Boitempo mostrou que é capaz de traduzir e divulgar um dos grandes romances do século, ganhando algum dinheiro com ele, sem se deixar afetar pelo seu conteúdo no mais mínimo que seja. É um caso de insensibilidade literária que raia a psicastenia. Pois raramente, no mundo, o comunismo, não nos detalhes do imensurável horror físico que produziu, mas nas profundezas da deformidade psicopática que o inspira, foi descrito em termos tão cruamente realistas como nesse livro: é uma imagem do inferno ou, para usar as palavras do autor, algo que se parece “antes a um castigo divino do que a uma obra de homens”.


Cada vez mais, a criminalidade praticada por menores de 18 anos assombra a segurança pública, com os "de menor" transformados em linha de frente do crime organizado. É imperioso coibir isso.


Todas as tentativas de reduzir a maioridade penal, mesmo que para o patamar mínimo de 16 anos, esbarram no fato de que a Constituição Federal declara, no parágrafo 4º do artigo 60, que os direitos e garantias individuais nela estabelecidos constituem "cláusulas pétreas". Ou seja, não podem ser objeto de emenda tendente a os abolir. E nessa lista, entre quase seis dezenas de garantias, vai, como peixe em cambulhão, a inimputabilidade dos menores de 18 anos.

“O indivíduo, como diz Worms, não existe para tornar feliz o Estado e muito menos quem o representa como função diretora; o Estado é que existe para tornar feliz o indivíduo.
Luís Loff de Vasconcelos, empreendedor e intelectual cabo-verdiano, 1861-1923.    


Adam Smith, já em 1755, vinte e um anos antes da publicação do seu magnum opus, recortara, com nitidez, as três condições essenciais do desenvolvimento humano: impostos leves, paz social e uma boa administração da justiça.

O resto é meramente ancilar, pensava o professor de filosofia moral e pai da moderna ciência econômica.

Ao contrário das ideias estapafúrdias de Karl Marx, Smith desde cedo percebeu que há uma “mão invisível” capaz de, pelo milagre da colaboração espontânea e num círculo virtuoso, engendrar a prosperidade geral e o aumento da riqueza nacional.

Olavo de Carvalho: "a reunião realizada em março de 1993 entre o pessoal do Foro de São Paulo, a cúpula do PSDB, representada por Fernando Henrique Cardoso e a turma do Diálogo Interamericano, que é o think-tank do Partido Democrata (... ) continua secreta até hoje.
(...) Isso é uma coisa que precisa ser investigada anteontem. O que elescombinaram? Qual é o acordo entre PSDB e PT?"

"Agora o PSDB quer desviar o sentido das manifestações populares para alvos inócuos."

"A nossa parte é intensificar e esses protestos e torná-los permanentes. Como no Egito, onde o povo ficou 18 dias nas ruas. Como na Rússia, onde o povo resistiu aos tanques de guerra. Não é porque você fez duas passeatas que o governo vai cair."
 

 


(Nota do Editor da FEE: Como uma organização não afiliada a nenhuma fé em particular, a FEE (Foundation for Economic Education) encoraja outras perspectivas em tais matérias. O Sr Reed deseja que os leitores entendam que sua perspectiva pessoal não tem intenção de fazer proselitismo para nenhuma fé ou igreja em particular, mas simplesmente iluminar sua interpretação da dimensão moral e econômica de Cristo.)


Você não precisa ser cristão para ser sensível à falsidade deste boato. Você pode ser uma pessoa de qualquer fé, ou de nenhuma fé afinal. Você só precisa ser sensível aos fatos.

Eu ouvi algo semelhante a este clichê cerca quarenta anos atrás. Como cristão, fiquei perplexo. Na visão de Cristo, a decisão mais importante que uma pessoa tomaria em sua vida terrena era aceitá-lo ou rejeitá-lo pelo que Ele afirmou ser – Deus encarnado e o Salvador da humanidade. Esta decisão era claramente uma decisão muito pessoal – uma escolha individual e voluntária. Ele constantemente enfatizou a renovação interior, espiritual, como muito mais decisiva que o bem estar material. Pensei: “Como Cristo poderia defender o uso da força para tomar coisas de alguns e dá-las a outros?” Eu simplesmente não conseguia imaginá-lo apoiando uma sentença de multa ou prisão para pessoas que não quisessem entregar seu dinheiro para programas de “bolsa família”.


“Marxismo, movimento trabalhista, democracia das massas, leninismo, o partido do proletariado, o estado socialista — todas invenções do século XX — não têm mais utilidade para nós.”

Alain Badiou, L'hypothèse communiste

“O comunismo é uma abstração dogmática e [...] uma expressão particular do princípio humanista, ainda que esteja contaminado pela sua própria antítese: a propriedade privada.”
Karl Marx, carta a Arnold Ruge, 1843

“Comecei a estudar intensivamente e criticamente [...] as obras de Marx, Engels, Lênin, Stálin, Mao e outros ‘clássicos’ do marxismo. Eram todos eles fundadores de uma nova religião — a religião do ódio, da vingança e do ateísmo.”
Alexander N. Yakolev, Chefe da propaganda soviética