cptaec

 


 

Novo curso de Olavo de Carvalho:

cursoOdeC

Nas livrarias:

novolivroSiga a fanpage do livro 'O Mínimo que Você Precisa Saber Para Não Ser um Idiota'
no Facebook
.


SPACÇO DO SPACCA

© Spacca para o MSM

 



Jornalistas que não se curvam à patifaria totalitária do Foro de São Paulo estão sob risco num país em que o direito à livre opinião está seriamente ameaçado. Alex Pereira e Vitor Vieira falam sobre as ameaças e acusações feitas pelos delinquentes aliados aos bandidos do PT contra aqueles que defendem as liberdades civis e que com independência denunciam um governo que está simplesmente destruindo o Brasil e suas instituições.

* * *


Nos encontros da liderança do PT, canta-se a Internacional Socialista e fala-se abertamente do projeto de dominação política do país. No STF, fala-se apenas de corrupção, "caixa 2", peculato e outros crimes, como se o Mensalão não fosse a tentativa de usar o dinheiro como arma revolucionária, para falsear todo o jogo político nas instâncias mais altas do país e fazer com que o PT, centralizando tudo no Executivo, controlasse o país sem nenhuma oposição.

Infelizmente, a população caiu no truque das atenuações da imprensa chapa-branca, e ainda está dando apoio expressivo a políticos do PT e a seus aliados.

* * *

Católicos não podem votar num partido pró-aborto e pró-gayzista.

Veja muito mais na seção de vídeos do Mídia Sem Máscara.

Avisos

POLÊMICAS INTER-RELIGIOSAS, EM ESPECIAL ENTRE DIFERENTES DENOMINAÇÕES CRISTÃS, SÃO EXPRESSAMENTE PROIBIDAS NESTE SITE. COM TANTOS INIMIGOS RONDANDO, VAMOS FICAR TROCANDO TAPAS EM FAMÍLIA?

trueoutspeak2
atasFSP

clip_image002

THIS IS A BULLSHIT-FREE SPACE
Orkut-32twittericonYoutube_32x32facebook_32Feeds_32x32Mail-32currency_blue_dollar-32

Enquanto uma coisa não aparece no Jornal Nacional ou não é confirmada pelo testemunho de meia dúzia de pop stars, ela não existe, ainda que pose ante os olhares do mundo desde o alto do Corcovado ou no meio da Praça da Sé.

De repente, parece que todas as mentes iluminadas do País descobriram aquilo que os documentos internos do PT, as atas do Foro de São Paulo e centenas de artigos que escrevi a respeito lhes teriam revelado dez ou vinte anos atrás, se consentissem em lê-los e se, malgrado suas profissões nominalmente letradas, não padecessem da obstinada insensibilidade brasileira à palavra escrita.

Nivaldo Cordeiro comenta em vídeo a vitória e o evidente despreparo de Dilma Rousseff perante as mudanças no cenário internacional, a aliança espúria entre petistas e as velhas raposas do patrimonialismo, a força da oposição e a tibieza de José Serra.

A vitória da Dilma foi pela metade, seja porque quase metade do País lhe negou voto, seja porque a sua base maior de apoio é o PMDB, este sim, o grande vitorioso. O PT terá que governar com os patrimonialistas de sempre. E agora terá sobre si a vigilância dos conservadores, que não permitirão abusos constitucionais sem reação expedita.

Kirchner foi o diretor da orquestra nas pretendidas emboscadas da UNASUL contra o presidente Uribe, em retaliação pela morte do terrorista Raúl Reyes no Equador.

A inesperada morte do dirigente político argentino Néstor Kirchner, constitui um duro revés para o Plano Estratégico das FARC e a intencionalidade dos cúmplices do Foro de São Paulo, que continuam empenhados em legitimá-las a todo custo, para que os governos proto-terroristas de Chávez, Lula, Correa, Ortega, os Castro, Evo, Mujica, a Kirchner e Lugo, as ajudem a conseguir status de beligerância e lhes concedam embaixadas com a firme intenção de apoiar uma aventura armada contra a Colômbia, financiada por Chávez e instigada por Lula e o agonizante ditador cubano.

Mas os lobos, bem, os lobos não são propriamente os melhores zeladores de qualquer rebanho. E eles continuam comandando a CNBB.

Não foi dito por acaso. Tampouco como mera observação feita à margem dos fatos, desconectada da realidade do encontro e de seus participantes. A fala de Bento XVI aos bispos brasileiros que estiveram com ele no dia 28 de outubro tem tudo a ver com o que estava em curso nas nossas dioceses, na grande mídia e nas comunicações da internet em função do pleito do dia 31. Os presentes - e até mesmo os ausentes - sabiam a respeito do que o Papa estava falando. A imprensa sabia, os candidatos sabiam, seus partidos sabiam.

Que parem de usurpar a autoridade de Nosso Senhor para fazer o que Ele condena e abomina. Que parem de ludibriar o povo brasileiro, vendendo-lhe como católica, seguindo o exemplo dos heresiarcas de todos os tempos, uma política que é anticatólica no mais alto grau.

Em discurso pronunciado ontem, quinta-feira, o Papa Bento XVI declarou que é estrita obrigação dos bispos combater abertamente quaisquer projetos políticos que promovam a descriminalização do aborto (v.http://www.gazetadopovo.com.br/votoconsciente/conteudo.phtml? tl=1&id=1062052&tit=Bento-XVI-defende-acao-politica-da-Igreja-contra-o-aborto).

Investindo dia após dia contra tudo que é bom e verdadeiro, Lula imbecilizou todo um povo. Agora pretende usar seu ventríloquo para dar o golpe final. Leitor, não há nenhum dilema aqui. Dilma é o PNDH 3.

Em outubro de 2002, Lula veio fazer comício em Fortaleza. Dali a alguns dias ele venceria no segundo turno o candidato do PSDB, José Serra. Eu estava lá na Praça do Ferreira, 17 anos, sol do meio-dia, o menino mais feliz do mundo, vestindo uma camisa adquirida no comitê da petralhada.

Chávez, parceiro do PT no Foro de São Paulo, Hezbollah e Al Qaeda: unidos no narcotráfico e na guerra assimétrica contra os Estados Unidos.

Cartéis poderosos fizeram fortunas com o tráfico de drogas ao longo da fronteira entre os Estados Unidos e o México. Agora, ditadores párias e grupos terroristas islâmicos estão seguindo seu exemplo.

A Al Qaeda, o Hezbollah e Hugo Chávez, o homem-forte da Venezuela, são diferentes em vários sentidos, mas compartilham um inimigo comum: os Estados Unidos. E de acordo com autoridades americanas, as drogas ajudam a ligar e financiar estas redes perigosas.

O direito de "escolha" de um ser humano não pode se sobrepor ao direito à "vida" de outro. Por quanto tempo mais conseguiremos manter nosso compromisso com a liberdade se continuarmos a negar o próprio fundamento da liberdade - a vida - aos seres humanos mais vulneráveis?

Escrevo como um defensor inflexível tanto da livre escolha de mercado quanto do direito natural à vida. É triste que "vida" e "escolha" tenham um dia sido separadas e vistas como alternativas. Este é um falso dilema. Logicamente, uma envolve a outra.

Com o discurso de hoje, Bento XVI rompe, desde o mais alto grau da hierarquia católica, o patrulhamento ideológico que o PT vem impondo a bispos do Brasil através de ameaças, pressões diplomáticas, xingamentos e abusos de poder.

Faltando três dias para a votação do segundo turno, o acalorado debate eleitoral ganhou um interlocutor de peso: o Papa Bento XVI.

Num discurso pronunciado, nesta manhã de quinta-feira, para bispos do Nordeste - reconhecida base eleitoral do PT de Dilma Rousseff - Bento XVI condenou com clareza "os projetos políticos" que "contemplam, aberta ou veladamente, a descriminalização do aborto".

Diverso é o mérito de quem faz e o de quem apenas não desfaz. Toda a ação econômica do governo Lula foi a de um pato no rio: deixar-se levar pela corrente e grasnar de autossatisfação.

Leio nas mensagens do Investor's Daily Edge, sempre interessantíssimas, que os investidores internacionais têm quatro razões sólidas para apostar o seu dinheiro no Brasil e acreditar que o País poderá superar a badalada China nas próximas décadas. São elas:

Seguindo as diretrizes da máfia globalista, e contrariando a vontade da população que repudiou o desarmamento em plebiscito, o PT agora surge com um novo absurdo: propor a troca de armas de fogo por alarmes residenciais.

O PT e as suas siglas satélites adoram inventar benefícios para indenizar o ócio e a irregularidade e até o crime. Para tais são criados o "seguro-defeso", que nada tem de "seguro", mas de literal pensão paga a homens em idade ativa e em boas condições de saúde para que não trabalhem, ou a indenização para as famílias que são retiradas das "áreas de risco", em valores que já ouvi pela tevê ultrapassarem os mil reais mensais e até mesmo o auxílio-reclusão, pago regularmente pelo INSS à família do preso cumprindo pena.

Conforme planejado pelo PT na Confecom, tem início a tentativa de controlar a imprensa. O primeiro estado da lista é o Ceará, mas na Bahia, Alagoas e Piauí, os petistas já articulam a legitimação de mecanismos de censura e cerceamento da liberdade de expressão e opinião. Bruno Pontes dá detalhes sobre a polêmica gerada no Ceará.

O deputado Fernando Hugo (PSDB) segue repudiando a proposta de criação do Conselho de Comunicação do Ceará e pedindo ao governador Cid Gomes (PSB) que vete a matéria, de autoria da deputada petista Rachel Marques, e vista pelo tucano como "prelúdio de um venezuelismo".

Heitor de Paola apresenta seu contraponto às posições do sociólogo Roberto DaMatta, que em artigo critica os eleitores que prentendem votar em branco, se abster ou anular seu voto.

N'O Globo de hoje DaMatta publicou op-ed denominado 'De que lado você está?' se referindo ao segundo turno da farsa eleitoral no próximo domingo. Depois de extensas considerações que a meu ver nada tem a ver com o assunto anunciado, mas sim com a velha e conhecida arrogância 'intelectual' brasileira que apresenta títulos e histórias pessoais para constranger o leitor, faz diversas perguntas que pretendo responder aqui. Comentei esta arrogância porque ela é tradicional dos povos de colonização ibérica onde os nomes extensos e a enunciação de títulos nobiliárquicos para esmagar o ouvinte foi substituída por títulos universitários usados com a mesma finalidade.

Aqui, a despeito de feitos e glórias, Pelé, para uma minoria que se autoproclama "progressista", não passa de um negro rico, "de direita", vendido aos americanos - e que mete as ventas onde não é chamado.

Sábado agora, 23 de outubro, Pelé completou 70 anos. É uma vida que se faz eterna, e extraordinária, num cenário de dimensão planetária.

Há uns dez anos Nelson Mandela, insuspeito líder sul-africano, criou o Prêmio Pelé, destinado a personalidades que contribuam para a harmonia entre os povos do continente africano. Na década de 1980, um Comitê Internacional de Esportes, reunido em Paris pela revista "L'Equipe", o elegeu Atleta do Século. No início do ano 2000, o New York Times apontou-o como uma das personalidades do século XX. Antes, a Rainha da Inglaterra já havia concedido ao rei do futebol o título de Sir, honraria só facultada aos britânicos. Isso sem falar de pesquisa da Agência Ogilvy que apontou a Coca-Cola, o Papa e Pelé como os três primeiros nomes imediatamente reconhecidos em todo mundo.

Quisera Deus que tivéssemos um homem como Reagan hoje para erguer os EUA de seus joelhos, resgatá-los do socialismo, extinguir o Estado assistencialista e a ladroagem legalizada, bem como a inveja e pobreza de espírito concomitantes.

Quando eu estava lendo o livro "When Character was King" [Quando o caráter era o mais importante], publicado em 2001 pela antiga redatora dos discursos de Reagan, Peggy Noonan, me deparei com um discurso muito interessante que o presidente Reagan fez, em março de 1983, para a Associação Nacional de Evangélicos. Vinte e cinco anos atrás, o comunismo soviético era o flagelo contra a civilização, quando a URSS, que Reagan chamou de "o império do mal," espalhava o comunismo pela força, destruição e morte para dezenas de estados satélites soviéticos ao redor do mundo.