Jornalistas que não se curvam à patifaria totalitária do Foro de São Paulo estão sob risco num país em que o direito à livre opinião está seriamente ameaçado. Alex Pereira e Vitor Vieira falam sobre as ameaças e acusações feitas pelos delinquentes aliados aos bandidos do PT contra aqueles que defendem as liberdades civis e que com independência denunciam um governo que está simplesmente destruindo o Brasil e suas instituições.

* * *


Nos encontros da liderança do PT, canta-se a Internacional Socialista e fala-se abertamente do projeto de dominação política do país. No STF, fala-se apenas de corrupção, "caixa 2", peculato e outros crimes, como se o Mensalão não fosse a tentativa de usar o dinheiro como arma revolucionária, para falsear todo o jogo político nas instâncias mais altas do país e fazer com que o PT, centralizando tudo no Executivo, controlasse o país sem nenhuma oposição.

Infelizmente, a população caiu no truque das atenuações da imprensa chapa-branca, e ainda está dando apoio expressivo a políticos do PT e a seus aliados.

* * *

Católicos não podem votar num partido pró-aborto e pró-gayzista.

Veja muito mais na seção de vídeos do Mídia Sem Máscara.

Avisos

POLÊMICAS INTER-RELIGIOSAS, EM ESPECIAL ENTRE DIFERENTES DENOMINAÇÕES CRISTÃS, SÃO EXPRESSAMENTE PROIBIDAS NESTE SITE. COM TANTOS INIMIGOS RONDANDO, VAMOS FICAR TROCANDO TAPAS EM FAMÍLIA?

trueoutspeak2
atasFSP

clip_image002

THIS IS A BULLSHIT-FREE SPACE
Orkut-32twittericonYoutube_32x32facebook_32Feeds_32x32Mail-32currency_blue_dollar-32

A oposição, incluindo o PSDB, disputa o mesmo campo ideológico e social do PT. Mas não tem a mesma credibilidade do PT para dar garantias de que os privilégios da nova classe média funcionária pública serão mantidos.

Aqueles que têm acompanhado meus comentários estão a par das observações que tenho feito sofre a profunda transformação que a política e a sociedade brasileiras passaram nas últimas décadas. Nunca é demais lembrar que estamos vivendo o auge da chamada revolução gramsciana, que levou a esquerda ao poder. O PT colheu os frutos desse grande esforço de transformação política, que teve em Fernando Henrique Cardoso seu maior teórico e seu grande operador, especialmente quando esteve na Presidência da República. A esquerdização completa da política brasileira é o pecado mortal de FHC e sua herança maldita.

Não me consta que durante o processo de beatificação deste Pontífice se tenham dado a conhecer publicamente interrogações sobre seu pensamento com relação ao comunismo cubano, pensamento que inclusive parece ir além do campo diplomático e adentrar-se no plano doutrinário, daí a necessidade de consciência de expor, da maneira mais respeitosa e filial possível, as presentes reflexões.

A anunciada beatificação de S.S. João Paulo II, prevista para se realizar no próximo 1º de maio, coloca muitos fiéis católicos cubanos em um dilema de consciência sem precedentes que, por causa de sua fé, da veneração à sua Pátria e do amor por suas famílias se opõem ao comunismo. Com efeito, esses fiéis católicos vêem com perplexidade e com o coração dilacerado tudo aquilo que o referido Pontífice teria feito em algumas circunstâncias, e deixado de fazer em outras, para favorecer direta ou indiretamente o comunismo cubano.

Laurent Gbagbo, presidente cristão da Costa do Marfim sofreu pressões da ONU e dos EUA para entregar a presidência para Alessane Ouattara, muçulmano, cujas tropas massacraram cerca de mil cristãos na vila de Duekoue, há uma semana.

O presidente em exercício da Costa do Marfim, Laurent Gbagbo, foi preso por soldados franceses que invadiram o palácio presidencial hoje (11).

A prisão, porém, não resolve o que analistas dizem que é uma disputa legal: se o vencedor declarado da eleição presidencial, Alessane Ouattara, é legalmente elegível para ser presidente de Costa do Marfim.

Milicia-Nacional-BolivarianaTanto a nova invenção de Chávez, as "milícias bolivarianas", como as medidas tomadas por Dilma Rousseff em relação às Forças Armadas, estão em plena e notória harmonia com as diretrizes estratégicas do Foro de São Paulo.

Muitas pessoas se queixam de que o Notalatina não tem atualizações freqüentes como a maioria dos blogs e têm até um pouco de razão. Entretanto, eu não paro de trabalhar e trocar informações preciosas antes mesmo do que sai publicado nos jornais do Brasil, pois mantenho contato permanente com amigos especiais na Colômbia, Estados Unidos, Venezuela e França.

A recente suspensão das comemorações do 31 de Março mostra que valores perenes da Instituição estão mudando e, com eles, a própria Instituição, a qual é um reflexo da sociedade à qual se integra. Esta mudança é parte da criação de uma nova estória, de fundo ideológico, mentirosa, na qual, hoje, os que se autoproclamam "defensores" da democracia, da justiça e dos direitos humanos eram, em verdade, nas décadas de 60 e 70, a maior parte deles, subversivos e guerrilheiros marxistas de variadas tendências. Buscavam por meios violentos, incluso assassinatos e torturas de inocentes, a "ditadura do proletariado" (aliás, como declararam dois importantes ex-ativistas da esquerda revolucionária: Jacob Gorender e Fernando Gabeira).

O confronto com a Inquisição não foi uma disputa entre "ciência e fé", nem muito menos entre "ciência e superstição", mas entre a pseudo-ciência presunçosa de Galileu e a ciência superior de São Roberto Belarmino.

As biografias convencionais falsificam não somente as suas doutrinas, para torná-las mais palatáveis ao gosto do público, mas os fatos materiais de suas vidas.

A narrativa praticamente inteira da origem das ciências modernas, tal como aparece na mídia popular, em livros escolares, em filmes, em peças de teatro e até numa boa quantidade de obras escritas por acadêmicos, é uma farsa publicitária de dimensões colossais, que a pesquisa histórica das últimas décadas vem desmascarando impiedosamente.

O que esse pessoal não prova em nada é a relação entre as armas legais e os índices de violência. A nova tentativa de tirar as armas legais de circulação só vai expor o cidadão comum aos delinqüentes, criminosos e lunáticos armados ilegalmente.

A tragédia da escola do bairro de Realengo, no Rio de Janeiro, onde um lunático invadiu um colégio e matou 12 estudantes, chocou o Brasil inteiro e, em particular, a sociedade carioca, já tão acostumada a um cotidiano de atrocidades e violência. Diria "acostumada", porque a capital do Rio já é um campo aberto para o crime e o descaso das autoridades públicas. No entanto, parece que a maldade e a loucura humana conseguiram extrapolar o senso comum. Uma população honesta, aturdida, acuada, emocionalmente abalada e confusa sentiu o golpe da matança brutal e absurda das crianças inocentes do colégio.

Após quase dois anos de difamação amparada pela ONU, eis que Goldstone vem a público admitir que são infundadas as alegações de que Israel alvejou civis deliberadamente.

Imaginemos um homem que dia após dia encontra pedras no seu quintal, arremessadas pelo vizinho, e janelas quebradas. Ele conserta os objetos, dá de ombros e segue a vida. Depois de anos nessa brincadeira, o vizinho atira uma pedra que acerta não uma janela, mas o filho do homem. Ele entende que agora a coisa passou do razoável e revida atirando algumas pedras para acertar o vizinho. No mesmo instante, toda a rua corre à casa do homem e o repreende por aquele ato bárbaro contra o pobre vizinho.

O que estamos vivendo hoje é a época do narcisismo exacerbado, da falência completa do controle dos impulsos instintivos, que ficam soltos, atuando dentro da mente e dominando-a como senhores absolutos.

Mal tive tempo para lamentar e me horrorizar com ocorrido na Escola de Realengo e logo vieram as "interpretações" e falsas medidas profiláticas que já eram esperadas: os psico-qualquer-coisa e suas teorias sobre as causas para o assassino levar a cabo seu ato macabro, e os sócio-sabe-se-lá-o-quê com suas medidas para evitar que tais ocorrências venham a se repetir. Os "especialistas" de sempre!

Em seus mais recentes vídeos, Nivaldo Cordeiro comenta o oportunismo do PT e de seus comparsas, como José Sarney, que já falam na realização de mais um referendo visando a proibição da venda de armas de fogo no pais, e do concurso promovido pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo, patrocinado pela Fundação Ford, que é a mais pura propaganda do socialismo globalista.


Os jornais de hoje (12) informam que o Congresso (leia-se: José Sarney, o pau mandado do governo Dilma Rousseff) quer chamar referendo sobre a venda de armas no Brasil, aproveitando o ensejo do massacre das crianças da escola de Realendo, no Rio de Janeiro. Vê-se a má fé. É como se o atirador tivesse comprado suas armas legalmente e obtido o devido porte. Pura má fé para aproveitar a comoção da opinião pública. O que está oculto é a agenda esquerdista que quer desarmar a população a qualquer custo, pois uma população desarmada fica à mercê do poder de Estado, ou seja, na mão dos comissários do PT. É preciso agir contra a mentira e contra a má fé.

Estamos vendo a demonização das convicções e expressões cristãs.

(Breakpoint.org/Notícias Pró-Família) - Uma estudante de ensino secundário da área de Chicago chamada Heidi Zamecnik estava usando uma camiseta para a escola que dizia "Be Happy, Not Gay" (Seja feliz, não gay). Ela a usou no dia depois do "Dia do Silêncio", em que estudantes - instigados por grupos de ativistas gays - vestem roupas que expressem apoio aos homossexuais e a seu estilo de vida.

As autoridades escolares não viram problema algum com as atividades do "Dia do Silêncio". Mas quando foi a vez da camiseta de Heidi, as autoridades escolares ficaram indignadas. Um conselheiro usou um canetão negro para riscar as palavras "Not Gay", essencialmente sufocando a mensagem de Heidi.

Por que o projeto do biodiesel não deu certo? Por dois simples motivos: o governo não é empresário e os invasores de terras do MST não são agricultores.

Leia com atenção mais este caso horroroso de intervenção estatal sobre pessoas humildes e trabalhadoras que foram literalmente expulsas de suas terras para a criação de uma reserva indígena, amargando com a fome a promessa de um reassentamento feita há sete anos e que jamais foi cumprida.

O falecido poeta "beat" Allen Ginsberg ilustra a ligação natural entre a homossexualidade e a pedofilia. Muitos conhecem Ginsberg como um ilustre poeta homossexual "liberado": menos pessoas sabem que ele também era um pedófilo.

Escândalos envolvendo o abuso sexual de garotos menores de idade por padres homossexuais têm sacudido a Igreja Católica. Ao mesmo tempo, os defensores da homossexualidade sustentam que organizações para a juventude, como os Escoteiros, deve ser obrigadas a incluirem homossexuais entre seus líderes adultos. Igualmente, a Gay Lesbian and Straight Education Network (GLSEN) [Rede de Educação Gay, Lésbica e Hetero], uma organização de ativistas homossexuais que visa escolas, é a cabeça da formação de "Alianças Gay-Hetero" entre estudantes. A GLSEN incentiva os professores homossexuais -- mesmo nas séries mais primárias -- a serem francos sobre sua sexualidade, como um meio de oferecerem modelos para os alunos "gays". Além disto, leis e políticas proibindo a discriminação empregatícia baseada em "orientação sexual" normalmente não abrem exceção para os que trabalham com jovens ou crianças.

O impossível é que o desarmamento das pessoas de bem tivesse alterado o resultado da tragédia. O único efeito do desarmamento, ao contrário, seria deixar o caminho aberto para as próximas.

Eu antecipei no Twitter: "Massacre no Rio será usado por militantes do desarmamento. Não se engane! Eles querem só bandidos e psicopatas armados". Eram 13 horas. Dali a pouco, o ex-policial Rodrigo Pimentel já falava na TV em "retirar armas da rua". Depois vieram "especialistas". Jornalistas. Ministro da Justiça. José Sarney. Todo o front do atraso nacional querendo a nossa família tão indefesa quanto as crianças na escola de Realengo.

O alcance desta experiência pode ser devastador para almas ingênuas e bem-intencionadas, uma vez que o que está por detrás das cortinas deste malévolo show lhes é ocultado.

O amigo Eric M. Rabello é um atento e prestimoso leitor que nos traz uma grave denúncia sobre mais uma descarada doutrinação ideológica escolar, sob a forma de uma melíflua dinâmica interdisciplinar produzida pelo MEC - TV Escola, elaborada com base em um documentário intitulado "A Nova Ordem Mundial", que propõe comparações entre os insetos que vivem em colônias e os seres humanos. Peço ao leitor que assista ao vídeo e leia atentamente o programa de aula, que jaz disponível nesta mesma página, em arquivo PDF, como requisito para entender sobre o que este artigo pretende informar.